México: polícia encontra 9 corpos enforcados e 14 decapitados





A população de Nuevo Laredo, no nordeste do México, está aterrorizada depois que 23 corpos foram encontrados nesta sexta-feira na cidade. Os cadáveres de nove pessoas foram encontrados pendurados em um viaduto. As vítimas, cinco homens e quatro mulheres, estavam com os olhos vendados e apresentavam sinais de tortura, informou à agência EFE uma fonte da prefeitura da cidade.

Mais tarde, os corpos mutilados de 14 pessoas foram encontrados em um veículo em uma das principais avenidas de Nuevo Laredo, na fronteira com os Estados Unidos e localizada no estado de Tamaulipas. Os corpos, sem cabeças, estavam em sacos pretos dentro de uma van estacionada na frente da sede da Associação de Agentes Aduaneiros da cidade, assinalou uma fonte da procuradoria do estado de Tamaulipas.

Por outro lado, 14 cabeças, que se presume correspondem aos corpos mutilados, foram encontradas em geladeiras abandonadas perto da prefeitura. Os supostos autores dessas 14 mortes não deixaram mensagens, enquanto membros da organização criminosa Zetas assumiram a responsabilidade pelo assassinato das nove pessoas penduradas no viaduto.

Segundo a mensagem, as vítimas faziam parte do Cartel do Golfo, grupo rival dos Zetas, e eram responsáveis pelo ataque com explosivos contra a sede da polícia municipal registrado no último dia 24 de abril. Os Zetas ameaçam acabar com seus rivais do Golfo, que aparentemente se aliaram com o Cartel de Sinaloa para tomar o controle da cidade.

No dia 17 de abril também foram encontrados 14 corpos esquartejados em um veículo estacionado na frente da prefeitura de Nuevo Laredo com uma mensagem supostamente assinada por Joaquín Guzmán, líder do Cartel de Sinaloa, que anunciava sua chegada à cidade para limpá-la dos Zetas.

O recrudescimento da violência em Nuevo Laredo, um bastião dos Zetas, está relacionado com uma maior pressão das autoridades contra líderes desse grupo criminoso e os confrontos entre os cartéis rivais. O Exército mexicano assumiu há um ano os trabalhos de segurança pública na cidade devido à corrupção dos policiais que atuavam na região.


0 comentários:

Search

Carregando...